(11) 3168-6408

Entre em contato com a gente

Dor no joelho? Conheça as causas, sintomas e tratamentos

Você sente dor nos joelhos ao caminhar ou subir escadas?

Escrito por Stannah em 14-07-2021

Os clientes da Stannah são os primeiros a dizer que a coisa mais difícil quando têm problemas nos joelhos é subir e descer escadas.

Se tudo o que você sente são os joelhos rangendo ou um leve estalar nos joelhos toda vez que se levanta ou senta, saiba que isso acontece com muitos idosos ao redor do mundo. O famoso jornal  New York Times  dedicou um artigo inteiro ao assunto dos joelhos quebrados. É preciso ser capaz de distinguir quando é uma crepitação normal ou um primeiro sinal de artrite. Quando a artrite começa a se manifestar, a primeira coisa que você também pode notar é que os joelhos incham e ficam mais rígidos. Você também pode sentir dor após exercícios físicos mais intensos ou de alto impacto nas articulações. Você sentirá claramente que não será capaz de se mover com a mesma flexibilidade de antes.

Por que meus joelhos doem ao subir e descer as escadas?

Os joelhos doem ao subir e descer escadas porque a rótula se esfrega contra o osso do fêmur, mais do que quando se está apenas caminhando. Se a cartilagem estiver gasta ou danificada, esse atrito será praticamente osso contra osso e é por isso que dói tanto.

Existem equipamentos de mobilidade simples, como bengalas ou o uso de calçado adequado que podem ajudar. No entanto, quando se trata de subir e descer escadas, nada se compara ao alívio que uma cadeira elevatória pode proporcionar. Subir e descer escadas sentado em uma cadeira confortável não só ajudará a preservar os joelhos desse esforço, mas também poderá evitar cirurgias dolorosas e manter sua independência por mais tempo.

Por isso, para quem tem dificuldade em subir e descer escadas em casa, seja no interior ou no exterior, a cadeira elevatória é um método de prevenção eficaz e a solução mais lógica.

Como nós sabemos?

Stannah passou anos estudando o assunto e consultando médicos e fisioterapeutas sobre essa condição que afeta mais de 50% das pessoas que entram em contato com a empresa.

Se chegar ao ponto em que a artrite reumatóide e a osteoartrite são incapacitantes para a pessoa que você ama ou para você mesmo, você ainda pode preferir envelhecer em casa. A sua casa é onde está toda a sua vida, todas as suas memórias e sabemos como uma cadeira elevatória pode devolver segurança, tranquilidade e independência.

Já imaginamos como reagiríamos se tivéssemos que conviver com alguma restrição de mobilidade?

Para nós da Stannah, não é difícil nos colocarmos no lugar de nossos clientes, pois todos os dias somos testemunhos de histórias inspiradoras de conquistas e coragem. Ao mesmo tempo, são histórias que nos lembram das dificuldades de mobilidade de muitos de nossos idosos, especialmente se isso afeta seus joelhos e sua capacidade de andar normalmente.

Os especialistas da Stannah têm a oportunidade de ter uma experiência em primeira mão de como é conviver com algum tipo de artrite, pois temos um fato especial que simula essa condição. A verdade é que não há melhor maneira de criar empatia e conhecer os sintomas da artrite do que senti-la na própria pele. Este fato foi criado com faixas especiais, com almofadas crepitantes e luvas que não só restringem os movimentos e simulam a rigidez, mas também é possível sentir o estalo nas articulações e os pontos de dor.

Para quem já experimentou, podemos dizer com segurança que os joelhos e as mãos são os locais que causam mais desconforto, dor e restrição.

Uma cadeira elevatória para preservar seus joelhos

Se você tem tendência a dores no joelho, deve ter cuidado com qualquer atividade física que possa causar estresse ou tensão excessiva nas articulações dos joelhos. Por exemplo: pegando pesos, subindo e descendo escadas carregadas, etc.

Além disso, os clientes da Stannah são os primeiros a dizer que a coisa mais difícil quando têm problemas nos joelhos é subir e descer escadas.

Prevenir é cuidar: tornamos a sua escada segura!

“É melhor prevenir do que curar.”

É do conhecimento geral que a prevenção é mais importante do que remediar. Principalmente quando se trata de algo que não tem cura, como artrite reumatóide ou osteoartrite.

Mas na Stannah acreditamos que tudo é possível quando há informação, compreensão e, acima de tudo, empatia.

A nossa preocupação sempre foi com as necessidades dos nossos clientes e com um conhecimento aprofundado do leque de dificuldades pelas quais passam no seu dia a dia ao tentarem subir escadas. Ser capaz de sentir empatia pelos nossos clientes também é fundamental para compreender não só o que eles sentem, mas também para fabricarmos as melhores cadeiras elevatórias do mercado.

Há mais de 40 anos fabricamos cadeiras elevatórias, estudando os melhores projetos e consultando médicos, fisioterapeutas e, principalmente, ouvindo nossos clientes.

Se você tem um ente querido ou um amigo que sofre de dores nos joelhos, certamente conhece os verdadeiros obstáculos que essa pessoa supera todos os dias. Não só para lidar com a dor, mas também com a limitação física, a frustração que sente quando sua independência é afetada. O estresse psicológico que a pessoa passa ao sentir sua dificuldade de locomoção é algo que também deve nos preocupar.

Não poder desfrutar da sua casa, subir escadas ou sair de casa devido ao medo de escadas pode ser irritante e até causar depressão. É muito difícil entender e aceitar quando não somos mais capazes de realizar certas tarefas.

Se formos os cuidadores da pessoa com essa condição, com certeza ficaremos mais tranquilos sabendo que nosso ente querido está a salvo da escada e poderá andar por todos os andares da casa sem perigo de queda, esforço ou dor e, não menos importante, com total independência.

Embora possa não haver uma solução definitiva para a dor ou problemas no joelho, uma cadeira elevatória pode ajudar a prevenir ou diminuir o desgaste da articulação do joelho.

Stannah sempre visa ajudar seus seguidores com informações úteis para que possam tomar decisões acertadas para um estilo de vida mais saudável e ativo possível. Sem esquecer que a prevenção é uma forma de mostrar que queremos cuidar de nós mesmos, que respeitamos a nossa integridade física e também aqueles que nos querem ver bem e seguros.

Nesse caso, você só precisa lembrar que:

Prevenir é cuidar!