(11) 3168-6408

Entre em contato com a gente

Previna Doenças Cardiovasculares com hábitos saudáveis

Vamos ouvir nossos corações e tomar as decisões certas para uma vida mais saudável.

Escrito por Stannah em 07-01-2021

“Ouça o seu coração”. É uma frase que ouvimos muitas vezes. Tanto em canções ou filmes românticos, quanto em alguns conselhos de nossos amigos ou familiares. Independentemente de onde você tenha ouvido essa frase, a ideia de que nosso coração é o elemento central de nossa existência está implícita e foi reconhecida ao longo da história. Em primeiro lugar,

porque o coração é o motor de nossa existência como seres vivos.

Assim, queremos sensibilizar para a importância de ouvir o nosso coração e recordar que devemos cuidar dele todos os dias. Entender o que nosso corpo quer nos dizer é essencial para começarmos a fazer algumas mudanças muito simples, que podem não só reduzir o risco de doenças cardiovasculares, mas também nos ajudar a seguir um estilo de vida mais saudável. Siga-nos neste blog, para chegar ao âmago do que realmente nos move na vida!

O que significa o Dia Mundial do Coração?

Qual é o sentido de comemorar o Dia Mundial do Coração? O Dia Mundial do Coração é um evento anual, criado pela Federação Mundial do Coração educar o mundo para ouvir nossos corações e ajudar a reduzir o impacto das doenças cardiovasculares. As doenças cardiovasculares continuam a ter um impacto devastador na população mundial, matando cerca de 17,5 milhões de pessoas por ano; portanto, é uma das doenças silenciosas e crônicas que mais mata. O objetivo é reduzir substancialmente o número de mortes por doenças cardiovasculares, que em muitos casos poderiam ser evitadas, não por uma alimentação pouco saudável, pela falta de exercícios físicos e pelo uso de tabaco. De campanhas no Facebook a eventos locais, passando pelo Dia Mundial do Coração, temos uma excelente oportunidade de compartilhar o poder que está em nossas mãos: o poder de cuidar do nosso coração! Mas, além de ser uma conversa global, O Dia Mundial do Coração é a promoção de um conjunto de pequenos passos e mudanças que podem ser realizados para que tenhamos um futuro mais promissor e saudável, para nós mesmos e para nossos entes queridos. Com isso em mente, vamos nos concentrar em algumas das coisas que podemos fazer para cuidar de nosso coração.

Como está a saúde do nosso coração?

A saúde do nosso coração é algo que pode ser medido. O primeiro passo é estar sempre atento aos riscos e, claro, saber como está a saúde do nosso coração é meio caminho andado para a prevenção de males maiores. A World Heart Federation recomenda o monitoramento regular de glicose no sangue, pressão arterial, nível de colesterol, peso e índice de massa corporal (IMC). Estar atento a esses números é ter indicadores confiáveis ​​do risco de doenças cardiovasculares e, acima de tudo, é ter o poder de atuar pontualmente, melhorando hábitos de saúde. É essencial consultar o nosso médico com frequência, mas também existem formas de fazer estes testes em casa ou na farmácia mais próxima.

Alimentação saudável: a receita perfeita para um coração saudável

Comer bem e de forma saudável é um fator importante para melhorar a saúde do nosso coração. A World Heart Federation oferece algumas dicas para “alimentar nossos corações”:

  • Tente não comer muitos alimentos processados ​​ou embalados, que geralmente contêm muito açúcar e gordura;
  • Reduza o consumo de bebidas açucaradas, como refrigerantes – prefira sempre água ou sucos sem adição de açúcar;
  • Substitua doces por pequenos lanches de frutas frescas, como alternativa mais saudável;
  • Tente comer 5 porções de frutas e vegetais por dia – eles podem ser frescos, congelados, enlatados ou secos;
  • Mantenha o consumo de álcool dentro dos limites recomendados;
  • Faça sua própria comida para levar para a escola ou trabalho – assim você sempre saberá o que come e controlar melhor sua dieta.

Essas mudanças podem parecer senso comum e, difíceis de acreditar, podem fazer toda a diferença. O que comemos é um fator essencial no controle e prevenção de doenças cardíacas e na redução do risco de diabetes ou outras condições relacionadas à obesidade e ao colesterol alto.

Mexa-se: exercícios para um coração saudável!

Uma alimentação saudável é essencial para a saúde do coração, mas a atividade física é essencial. Na verdade, a falta de exercícios físicos é um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares. Portanto, fazer exercícios que estimulam a frequência cardíaca tornará nosso coração mais forte. Apresentamos aqui algumas das recomendações da World Heart Federation:

  • Faça pelo menos 30 minutos de exercícios moderados, 5 vezes por semana;
  • Caminhar, fazer tarefas domésticas, dançar – todas essas atividades contam como exercício!
  • No nosso dia a dia, podemos fazer pequenas mudanças que no final, podem fazer toda a diferença. Por exemplo, subir escadas, caminhar ou andar de bicicleta para o trabalho em vez de dirigir.
  • Incentive a família ou amigos a se exercitar – você ficará mais motivado e se divertirá mais!
  • Porém, não se esqueça que antes de iniciar qualquer plano de atividade física você deve sempre consultar o seu médico.
  • E já que a maioria de nós está rendido às novas tecnologias, use seu celular como um aliado. Baixe um aplicativo que informa as etapas e registra seu progresso diário.

Além disso, se você quiser algo que ajude a diminuir seus níveis de estresse, experimente ioga. É a alternativa perfeita se você deseja algo mais relaxado, já que não só estará melhorando sua condição física, mas também aprenderá técnicas de respiração.

Diga adeus ao tabaco

Listamos alguns dos fatores mais importantes que o ajudarão a manter ou melhorar a saúde do coração e reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Mas nenhuma dessas etapas funcionará se continuarmos dependentes do tabaco. De acordo com a Federação Mundial do Coração, parar de fumar é o que mais pode impactar na situação de um coração que começa a ficar doente. Está tudo conectado: fumar torna mais difícil fazer exercícios e aumenta a pressão arterial. Para os fumantes, o desafio é dizer adeus ao tabaco para sempre:

  • Dois anos após parar de fumar, o risco de doença cardíaca coronária diminui consideravelmente;
  • Em 15 anos, o risco é igual ao de um não fumante;
  • Isso também se aplica a fumantes passivos, pois estão expostos aos mesmos riscos;
  • Assim, ao parar de fumar, você não melhorará sua saúde, mas também a saúde de todos ao seu redor;
  • Se parar de fumar parece uma tarefa difícil, consulte um profissional de saúde para saber as técnicas mais eficazes.

Por onde começar para ter um coração saudável?

Por onde começar para ter um coração saudável? O primeiro passo é realizar os exames médicos necessários para medir a saúde do seu coração. Dependendo de sua idade, histórico familiar e outros fatores de risco, você também pode considerar consultar um cardiologista. Fique sempre de olho nos números que indicam sua saúde e se prepare para alcançar uma meta. Substitua os açúcares e as gorduras processadas por alternativas mais saudáveis ​​e nutritivas. Faça exercícios regularmente. Pode ser difícil no início, mas não desanime! Chegará o tempo em que esses hábitos saudáveis ​​se tornarão uma rotina agradável, da qual você não poderá prescindir. Se, por outro lado, você já sofre de alguma doença cardíaca ou derrame, a atividade física deve ser controlada. Muito esforço físico não é recomendado nessas condições, clique aqui ).

Em qualquer caso, o nosso conselho é: ouça sempre o seu coração e cuide dele!